MULTENG2
MultEng - Engenharia

O que é : Hierarquia de controles de segurança

A hierarquia de controles de segurança é um conceito fundamental para garantir a proteção de dados e informações em qualquer ambiente digital. Neste glossário, vamos explorar em detalhes o que é a hierarquia de controles de segurança, como ela funciona e quais são os principais níveis de controle envolvidos. Vamos mergulhar nesse assunto e entender como a hierarquia de controles de segurança pode ser aplicada de forma eficaz para garantir a integridade e confidencialidade dos dados.

O que é a hierarquia de controles de segurança?

A hierarquia de controles de segurança é uma estrutura que define a ordem de prioridade dos controles de segurança a serem implementados em um sistema ou ambiente digital. Esses controles são medidas e procedimentos que visam proteger os ativos de informação contra ameaças e riscos de segurança.

A hierarquia de controles de segurança é baseada no princípio de que nem todos os controles são igualmente eficazes ou necessários para proteger um sistema. Alguns controles são mais críticos e devem ser implementados antes de outros, enquanto outros podem ser considerados complementares ou opcionais.

Como funciona a hierarquia de controles de segurança?

A hierarquia de controles de segurança segue uma ordem lógica de implementação, começando pelos controles mais básicos e fundamentais e avançando para controles mais complexos e sofisticados. Essa ordem é baseada na ideia de que os controles mais básicos devem ser implementados antes de se investir em controles mais avançados.

Os controles de segurança são agrupados em diferentes níveis, cada um com sua importância e função específica. Esses níveis são:

Nível 1: Controles de Prevenção

Os controles de prevenção são os primeiros a serem implementados na hierarquia de controles de segurança. Eles têm como objetivo evitar que ameaças e riscos de segurança ocorram, impedindo que ações maliciosas tenham sucesso. Alguns exemplos de controles de prevenção incluem firewalls, antivírus, políticas de segurança e autenticação de usuários.

Nível 2: Controles de Detecção

Os controles de detecção são responsáveis por identificar e alertar sobre possíveis ameaças e incidentes de segurança. Eles complementam os controles de prevenção, ajudando a identificar atividades suspeitas e a tomar medidas corretivas rapidamente. Exemplos de controles de detecção incluem sistemas de monitoramento de rede, sistemas de detecção de intrusão e análise de logs.

Nível 3: Controles de Resposta

Os controles de resposta são acionados quando uma ameaça ou incidente de segurança é detectado. Eles têm como objetivo minimizar os danos causados e restaurar a normalidade o mais rápido possível. Exemplos de controles de resposta incluem planos de contingência, backups de dados e procedimentos de recuperação de desastres.

Nível 4: Controles de Recuperação

Os controles de recuperação são acionados após um incidente de segurança ter sido resolvido. Eles têm como objetivo restaurar completamente o sistema e garantir que ele esteja protegido contra futuros incidentes semelhantes. Exemplos de controles de recuperação incluem análise forense, revisão de políticas de segurança e implementação de melhorias.

Nível 5: Controles de Monitoramento

Os controles de monitoramento são responsáveis por acompanhar continuamente o ambiente digital em busca de possíveis ameaças e vulnerabilidades. Eles ajudam a identificar mudanças no cenário de segurança e a tomar medidas preventivas antes que incidentes ocorram. Exemplos de controles de monitoramento incluem auditorias de segurança, análise de vulnerabilidades e testes de penetração.

Importância da hierarquia de controles de segurança

A hierarquia de controles de segurança é fundamental para garantir a eficácia e eficiência das medidas de segurança implementadas em um sistema ou ambiente digital. Ao seguir uma ordem lógica na implementação dos controles, é possível maximizar a proteção dos ativos de informação e minimizar os riscos de segurança.

Além disso, a hierarquia de controles de segurança permite uma abordagem estruturada e sistemática na implementação das medidas de segurança. Isso facilita a gestão e o monitoramento dos controles, garantindo que eles sejam atualizados e ajustados de acordo com as necessidades e mudanças no ambiente de segurança.

Conclusão

A hierarquia de controles de segurança é um conceito essencial para garantir a proteção dos ativos de informação em qualquer ambiente digital. Ao seguir uma ordem lógica na implementação dos controles, é possível maximizar a eficácia das medidas de segurança e garantir a integridade e confidencialidade dos dados.