MULTENG2
MultEng - Engenharia

O que é : Dimensões de segurança

O que são Dimensões de Segurança?

As dimensões de segurança são elementos fundamentais para garantir a proteção de dados e informações em um ambiente digital. Elas englobam diferentes aspectos que devem ser considerados para criar um sistema seguro e confiável. Neste glossário, vamos explorar cada uma dessas dimensões, explicando o que são e como podem ser aplicadas no contexto da segurança na internet.

1. Confidencialidade

A confidencialidade é uma das dimensões mais importantes da segurança. Ela se refere à proteção dos dados e informações contra acessos não autorizados. Para garantir a confidencialidade, é necessário utilizar técnicas de criptografia, controle de acesso e políticas de segurança adequadas. Além disso, é importante conscientizar os usuários sobre a importância de manter suas informações pessoais em sigilo.

2. Integridade

A integridade diz respeito à garantia de que os dados e informações não sofreram alterações indevidas ao longo do tempo. Para assegurar a integridade, é necessário utilizar mecanismos de verificação e validação, como assinaturas digitais e checksums. Além disso, é importante contar com sistemas de backup e recuperação de dados, para evitar a perda de informações importantes.

3. Disponibilidade

A disponibilidade é a dimensão que se refere à garantia de que os sistemas e serviços estarão sempre disponíveis para uso. Para garantir a disponibilidade, é necessário contar com infraestrutura robusta, redundância de servidores e sistemas de monitoramento. Além disso, é importante ter políticas de backup e recuperação de desastres, para minimizar o tempo de inatividade em caso de falhas.

4. Autenticidade

A autenticidade é a dimensão que se refere à garantia de que os usuários e sistemas são realmente quem dizem ser. Para garantir a autenticidade, é necessário utilizar técnicas de autenticação, como senhas, tokens e certificados digitais. Além disso, é importante contar com sistemas de auditoria e registro de atividades, para identificar possíveis tentativas de fraude ou acesso não autorizado.

5. Não repúdio

O não repúdio é a dimensão que se refere à garantia de que uma ação ou transação não pode ser negada posteriormente. Para garantir o não repúdio, é necessário utilizar técnicas de assinatura digital e registros de transações. Além disso, é importante contar com sistemas de auditoria e rastreamento, para identificar possíveis tentativas de negação de uma ação ou transação.

6. Privacidade

A privacidade é a dimensão que se refere à proteção dos dados pessoais e informações sensíveis dos usuários. Para garantir a privacidade, é necessário seguir as leis e regulamentações de proteção de dados, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Além disso, é importante utilizar técnicas de anonimização e pseudonimização, para minimizar o risco de identificação dos usuários.

7. Segurança física

A segurança física é a dimensão que se refere à proteção dos equipamentos e infraestrutura física que suportam os sistemas e serviços. Para garantir a segurança física, é necessário contar com medidas de controle de acesso, como cercas, câmeras de segurança e sistemas de alarme. Além disso, é importante ter políticas de backup e recuperação de desastres, para minimizar os impactos de eventos como incêndios ou inundações.

8. Segurança lógica

A segurança lógica é a dimensão que se refere à proteção dos sistemas e redes contra ameaças virtuais, como hackers e malware. Para garantir a segurança lógica, é necessário utilizar firewalls, antivírus, sistemas de detecção de intrusão e políticas de segurança adequadas. Além disso, é importante manter os sistemas atualizados e realizar testes de segurança regularmente.

9. Segurança de rede

A segurança de rede é a dimensão que se refere à proteção das redes de comunicação contra ameaças e ataques. Para garantir a segurança de rede, é necessário utilizar técnicas de criptografia, firewalls, sistemas de detecção e prevenção de intrusão e políticas de segurança adequadas. Além disso, é importante realizar monitoramento constante da rede e implementar medidas de segurança em todos os pontos de acesso.

10. Segurança de aplicativos

A segurança de aplicativos é a dimensão que se refere à proteção dos aplicativos e sistemas de software contra ameaças e vulnerabilidades. Para garantir a segurança de aplicativos, é necessário utilizar técnicas de codificação segura, testes de segurança e políticas de desenvolvimento seguro. Além disso, é importante manter os aplicativos atualizados e realizar auditorias de segurança regularmente.

11. Segurança de dados

A segurança de dados é a dimensão que se refere à proteção dos dados em repouso e em trânsito. Para garantir a segurança de dados, é necessário utilizar técnicas de criptografia, backups regulares e políticas de acesso e compartilhamento adequadas. Além disso, é importante contar com sistemas de monitoramento e detecção de vazamentos de dados.

12. Segurança de dispositivos

A segurança de dispositivos é a dimensão que se refere à proteção dos dispositivos utilizados pelos usuários para acessar os sistemas e serviços. Para garantir a segurança de dispositivos, é necessário utilizar técnicas de autenticação, criptografia e controle de acesso. Além disso, é importante contar com sistemas de rastreamento e bloqueio remoto, para evitar o acesso não autorizado em caso de perda ou roubo.

13. Conformidade

A conformidade é a dimensão que se refere à aderência às leis, regulamentações e políticas de segurança. Para garantir a conformidade, é necessário seguir as normas e diretrizes estabelecidas pelos órgãos reguladores e adotar boas práticas de segurança. Além disso, é importante realizar auditorias e avaliações de conformidade regularmente, para identificar possíveis falhas e implementar melhorias.